Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2007

Uma prenda muito especial

      O livro Uma prenda muito especial, da escritora Margarida Fonseca Santos, fala de um grupo de animais amigos e de uma mensagem que dizia que naquela noite de natal iam receber uma prenda. Então eles juntaram-se à espera da tal prenda. Uns diziam que era mentira mas o Mocho Rebocho, a Aranha Baganha, os Pirilampos, entre outros, é que acreditaram e ficaram juntos a noite toda. Estavam todos com pelo menos um bocadinho de sono mas aguentaram-se. Como o tempo passava e a prenda não chegava, um deles sugeriu que começassem a contar historias das suas vidas.

 

        O que eu mais gostei foi quando a autora Margarida Fonseca Santos escreveu no livro que os Pirilampos fizeram aparecer luzes no céu. Eu gostei porque me fez entrar na historia e estar  a ver as luzes a piscar naquele lindo céu da noite.

 

        Eu gostei deste livro porque é muito giro e, é por isso, que o recomendo a todas as crianças.

publicado por off and on às 11:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2007

Um dia na praia

       O livro Um dia na praia, de Margarida Fonseca Santos, fala sobre um cão que se chamava Frik e ia pela primeira vez à praia. O Frik já tinha família e foi com ela para a praia. O Frik tinha medo da água e, por isso, quando o Pedro, o dono dele, o foi chamar para irem para a água o Frik hesitou e acabou por não ir. Ele pensava que o mar era uma banheira a transbordar de água.

 

        O que eu mais gostei neste livro foi quando o Frik pensava que o mar era uma banheira a transbordar de água. Eu gostei deste pequeno pormenor porque o Frik transmite-nos muita graça. Uma curiosidade que eu encontrei nos dois livros que eu li das Histórias do Frik (“Chamo-me Frik e já tenho dono” e “Um dia na praia”) é que há sempre um momento em que o Frik está equivocado e isso, penso eu, é que dá graça às histórias.

 

        Eu recomendo este livro a crianças porque acho que o livro é muito bonito.

 

publicado por off and on às 12:09
link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Fevereiro de 2007

Chamo-me Frik

O livro Chamo-me FriK e já tenho dono, de Margarida Fonseca Santos, fala sobre um cãozinho que estava com a irmã no canil.

Um dia foi ao canil uma família, de quatro pessoas. A mãe, o pai e dois filhos, um mais velho com cerca de nove anos e um bebé.

O filho mais velho fazia anos e por isso os pais deram-lhe o Frik como presente. O novo dono do Frik gostava muito dele e por isso quando o levou para casa disse para o Frik ficar no quintal que era muito grande...

O que eu mais gostei na história foi quando o Frik ouviu os donos a dizer que iam comer um cachorro quente. Estão mesmo a ver o que o pobre coitado do Frik pensou.

Eu gostei desta parte porque transmite muita imaginação.

A história é contada pelo próprio Frik.

Eu acho que este livro é muito giro sobretudo para exercitar a leitura.

publicado por off and on às 19:32
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Janeiro de 2007

Onde está o Gato?

Os burros tocam viola,

Os ratos varrem a rua,

As meninas usam barba,

Eu vivo na lua.

 

Os carapaus têm lã,

As galinhas têm espinhas,

As vacas dão Coca-Cola,

E chocolates as vinhas.

 

Os gatos calçam sapatos,

Olha a trança das serpentes,

As moscas falam francês,

Os galos lavam os dentes.

 

As casas voam no ar,

As nuvens dormem no chão,

Os olhos fazem chichi

E crescem rosas na mão.

 

Miúdo que estás a ouvir-me,

Pois tens orelhas de rã,

Diz lá o que está errado

Ou faço queixa à mamã.

 

Luísa Ducla Soares

in Conto estrelas em ti, Campo das Letras                        

publicado por off and on às 20:29
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2007

O livro misterioso

O livro misterioso, de Margarida Fonseca Santos, fala sobre um menino chamado André.

         Um dia o André, quando saiu da escola, resolveu ir para casa por um caminho diferente do habitual. Ele passou por um jardim onde havia um grupo de velhotes, numa mesa, a jogar às cartas. No jardim o André sentou-se num banco. Quando se levantou para se ir embora avistou, no banco, um livro que não tinha nome e que mudava de cor.

         O André perguntou aos velhotes se o livro era de algum deles. Eles disseram que não. Mas, um deles, que se veio a descobrir mais tarde que se chamava Cristóvão, disse ao André para o levar.

         No dia seguinte quando o André chegou à escola contou aos seus amigos, Carlos e Joana, o sucedido.

         O livro desenvolve-se à volta deste mistério. Mistério que eu não vou revelar.   

         As duas partes do livro que eu mais gostei têm a ver com os sentimentos imaginários e reais, vividos pelas pessoas, que são neste caso o André e os seus amigos.

         Primeiro, quando o André e os amigos foram a um mundo diferente, onde só se podia fazer qualquer coisa quando isso estava no pensamento. O primeiro a descobrir como é que se podia mover e andar nesse mundo foi o Carlos, o que deixou o André e a Joana muito irritados. Naquele mundo haviam grupos de pessoas em que o título para cada um deles correspondia a um sentimento, por exemplo: a amizade, o desgosto, a boa e a má disposição, o estar doente... Depois, aos poucos, os amigos do André começaram a ser sugados pelos grupos de sentimentos.

         Segundo, quando o André disse à Catarina, que era a irmã do Carlos, que gostava dela, apesar dela ser mais nova do que ele dois anos. Eu gostei deste momento porque o André teve a coragem de dizer à Catarina que gostava dela, dando-lhe a conhecer o que sentia por ela.

         O livro é contado pelo próprio André.

         O livro é muito giro, porque transmite mistério e sentimentos, por parte do André, às pessoas que já o leram. Por isso aconselho a sua leitura.
publicado por off and on às 19:59
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 3 de Janeiro de 2007

O Primeiro Ano de Uma Escola Fantástica

O Primeiro Ano de Uma Escola Fantástica, de Margarida Fonseca Santos, fala de um Colégio de Artes nunca antes feito em Portugal, no contexto de interligar as artes. O principal objectivo deste colégio é que todos os alunos frequentem todos os cursos, daí a interligação de artes.

         No Colégio de Artes haviam vários cursos de artes: o curso de Dança, o curso de Música, o curso de Artes Plásticas e o curso de Teatro.

         Neste livro, a maior parte das vezes aparecem cenas de alunos e professores na escola, mas também aparecem cenas fora da escola.

         A parte que eu mais gostei foi quando um grupo de alunos, fora da escola, ajudou um professor que estava alcoolizado.

         Eu acho este colégio muito bom, principalmente para quem queira seguir artes e ser um artista completo e versátil como a maioria dos artistas que agora há, que representam, cantam… tudo “misturado”.

         Este livro é muito bom porque mostra assuntos do quotidiano, assuntos iguais aos da realidade “ do dia à dia”, e ainda é melhor para enriquecer o vocabulário.

         Aconselho-vos a lerem este livro porque é muito giro. Ao princípio pode não parecer, mas no fim perceberão que é muito giro.

         Mas o livro não é só isto, para quem queira saber mais desta história leia o livro.
publicado por off and on às 19:56
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 1 de Agosto de 2006

O Presente dos Reis Magos

Olá mundo,
como vos falei ontem, eu desenvolvi um projecto com a minha escola que se chama a Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas.
Uma das histórias que eu li foi O Presente Dos Reis Magos, cujo autor é O. Henry. Agora vou vos contar a história...
 Era uma vez um casal pobre. Cada um deles tinha uma coisa valiosa: a dela era o seu cabelo comprido e muito bonito e a dele o seu relógio de ouro para pôr no bolso. Um dia na véspera de Natal eles decidiram comprar um presente um ao outro, sem que nenhum soubesse o que era. Como eles eram pobres, não tinham muito dinheiro por isso venderam as suas coisas mais valiosas. Ela com a venda do seu cabelo comprou um bracelete para o relógio dele e ele com a venda do relógio comprou uma travessa para o cabelo dela. Assim ela vendeu o seu cabelo e comprou a bracelete para o relógio dele, mas ele vendeu o seu relógio para comprar uma travessa para o cabelo dela.
Já estão a imaginar o espanto de cada um quando foram trocar as prendas. Mas depois do espanto, veio a prova maior de ficarem a saber o quanto gostavam um do outro.
Este livro é muito interessante e eu aconselho-vos a ler este livro durante as férias e não só.
publicado por off and on às 17:23
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 31 de Julho de 2006

A Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas

Olá! Hoje estou de férias e lembrei-me da Fada Palavrinha e do Gigante das Bibliotecas.

Agora perguntam vocês, o que é a Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas. Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas é um projecto da CME (Câmara Municipal de Évora) com o apoio da BPE. O objectivo é que os alunos das escolas de Évora leiam mais porque hoje em dia é preciso ler muito. O projecto funciona do seguinte modo: pais e filhos (alunos) se estiverem interessados assinam o contrato do projecto.

Os pais comprometem-se a:

a.       Ler para os seus filhos, pelo menos 2 vezes por semana;

b.      A ouvir as histórias, contos e poesias contadas pelo(a) seu filho(a), pelo menos 2 vezes por semana;

c.       Fazer uma viagem até à imaginação infantil;

d.      Divertirem os seus filhos e divertirem-se durante o projecto.

Os alunos comprometem-se a:

      a.   Ler pelo menos 2 vezes por semana para a família;

      b.   A ouvir as histórias, contos e poesias contadas pelos pais, pelo menos 2 vezes por semana;

c.       Fazer um resumo mensal sobre o livro que mais gostou, para dar à professora;

d.      Divertir a sua família e divertirem-se durante o projecto.

A Biblioteca Pública de Évora enviava livros dentro de sacos para as escolas, que por sua vez entregavam 2 livros a cada aluno. Quando os alunos acabavam de ler os livros que lhe tinham entregue, trocavam os livros entre si.

Para mim foi uma experiência verdadeiramente boa e enriquecedora porque achei divertido e trabalhámos com muito gosto!

Bjinhos para todo o mundo!

publicado por off and on às 16:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Off and On

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

a minha cidade

horas on

posts recentes

Uma prenda muito especial

Um dia na praia

Chamo-me Frik

Onde está o Gato?

O livro misterioso

O Primeiro Ano de Uma Esc...

O Presente dos Reis Magos

A Fada Palavrinha e o Gig...

arquivos

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

tags

25 de abril

ambiente

amigos

amor

aniversário

ano novo

arena d'évora

aulas

biblioteca

blog

blogs

cadaval

carnaval

curiosidades

desenhos

desporto

destaque

évora

fada

fada palavinha

fada palavrinha

férias

festas

futebol

gigante

gigante das bibliotecas

gripe a

história

histórias

humor

kluzz

leitura

lenda

matemática

música

nataçao

off

on

país

palavrinha

páscoa

passeios

s.joão

tempo de aventura

terra d'água

vida

zeca afonso

todas as tags

links

pesquisar

 

tempo e horas

Click for Evora, Portugal Forecast

espreitadelas

Free Web Site Counter
Free Counter
blogs SAPO

subscrever feeds

slb