Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

A lenda do Kluzz

Olá. Esta história foi escrita num dia em que não tinha nada para fazer. E como não tinha nada para fazer resolvi escrever esta história. Esta história contem ela própria uma estória contada por uma avó e que vai sendo interrompida com os comentários dos netos. Espero que gostem porque foi um esforço muito grande. Cá vai.

 

§

 

Naquele sofá de cabedal estava a minha avó a coser. Eu perguntei se hoje havia histórias. Como é habitual, a resposta foi sim:

-         Sim, queridos netos! Mas hoje vou contar uma história um pouco diferente das dos outros dias.

-         Está mas é farta de nós! – Pensei eu.

-         E como vai ser, avó? – Perguntou a minha irmã que tinha cinco anos.

-         Vai ser assim: vou contar uma história da minha vida. Pode ser?

-         Sim – Respondemos eu e a minha irmã em coro.

-         Cá vai…

Quando eu tinha a vossa idade, ou seja, quando era criança, no meu sétimo aniversário, os meus pais, coitados, que o senhor lhes dê o eterno descanso…

-         Que maluquice era aquela que a avó estava a dizer?

… Deram-me uma prenda. Sabem qual foi?...

-         Não – respondi eu.

… Foi um cão, que era preto, de olhos azuis muito leves. Eu adorei aquela prenda. Como nós tínhamos um quintal grande, o cão ficou lá. Às 12 horas do dia seguinte, à mesa do almoço, decidimos o nome dele…

-         Qual foi o nome? – Perguntou a minha irmã que se chamava Helena.

-         Não me interrompas! – Disse a minha avó resmungando.

… o cão não deu nenhuma sugestão, como é óbvio…

-         Se não fosse assim é que eu me admirava. – Pensei eu.

… O meu pai deu a sugestão de Bobby, mas eu disse ao meu pai, que se chamava Óscar, que Bobby já não estava na moda…

-         O que é que estava na moda naquele tempo?

… Eu dei uma sugestão que era o cão chamar-se Kluzz e assim ficou.

O Kluzz, passada uma semana, já estava habituado à casa e por isso até convidou alguns amigos. Numa vez em que os amigos do Kluzz foram lá a casa, foi um escândalo. Foram para o meu quarto e lá desorganizaram-me o quarto todo. O meu pai ficou todo zangado e, no dia seguinte, pôs o Kluzz na rua.

Depois, no dia seguinte, o Kluzz ouviu-me a dizer aos meus pais que íamos comer um cachorro.

-         Estou mesmo a ver o que aconteceu. – Pensei eu.

… O coitado do Kluzz, como sabia que eu estava zangado com ele, pensou que eu o ia comer.

Mas depois, quando o Kluzz percebeu foi uma festa e quando o meu pai soube a verdade sobre o que se tinha passado deixou-o ficar dentro de casa.

Coitado do Kluzz… passados dez anos o Kluzz morreu atropelado.

-         E assim acabou a história.

Quando dei por isso, os três já estávamos a chorar.

-         Vá deixem-se disso. Gostaram da história? – Perguntou a avó.

-         Sim! – Respondi eu com convicção.

E continuámos a conversar o resto da tarde.

 

tags: ,
publicado por off and on às 21:18
link do post | comentar | favorito

Off and On

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

a minha cidade

horas on

posts recentes

A lenda do Kluzz

arquivos

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

tags

25 de abril

ambiente

amigos

amor

aniversário

ano novo

arena d'évora

aulas

biblioteca

blog

blogs

cadaval

carnaval

curiosidades

desenhos

desporto

destaque

évora

fada

fada palavinha

fada palavrinha

férias

festas

futebol

gigante

gigante das bibliotecas

gripe a

história

histórias

humor

kluzz

leitura

lenda

matemática

música

nataçao

off

on

país

palavrinha

páscoa

passeios

s.joão

tempo de aventura

terra d'água

vida

zeca afonso

todas as tags

links

pesquisar

 

tempo e horas

Click for Evora, Portugal Forecast

espreitadelas

Free Web Site Counter
Free Counter
blogs SAPO

subscrever feeds

slb